25 de Abril

Jardim de cravos gigantes homenageia vítimas de Covid-19 em Ovar 

Jardim de cravos gigantes homenageia vítimas de Covid-19 em Ovar 

São 35 cravos gigantes, multicolores, perfilados em frente aos Paços do Concelho. São 35 pessoas, homens e mulheres, que sucumbiram à pandemia de Covid-19, que o município vareiro quis homenagear.

Quem passa em frente àquele jardim de granito e betão, ostentado os coloridos cravos de dois metros de altura, vive sentimento misto. É fácil ensaiar um sorriso efémero pela beleza das cores do arco-íris estampadas nos cravos, mas logo contrariado pelo sentimento de frustração e tristeza pelo significado daquele "quadro" dos tempos modernos.
A Praça da República em Ovar, já se vestiu, em anos anteriores, pelo 25 de Abril, com a flor da revolução. Mas esta ano, cada um daqueles símbolos da liberdade representam "um munícipe que partiu, vítima da covid-19", justifica a autarquia.

"O atual estado de guerra que se vive no nosso território não vai colocar em causa o espírito de união, o amor e a solidariedade reinante em todo o povo vareiro", garantiu o presidente da Câmara Municipal no seu discurso a propósito do 25 de abril.
Salvador Malheiro transmitiu, ainda, uma certeza: "Todos temos vontade de nos abraçar, mas para ganhar temos, agora, que nos separar. O povo vareiro é extraordinário e juntos já vamos vencer"

PUB

Ovar registava, até hoje, Ovar 536 casos com Cobiv-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG