Carnaval

Ovar com mais de 200 máscaras nas varandas

Ovar com mais de 200 máscaras nas varandas

A cidade de Ovar está deserta, neste tradicional Domingo Gordo de Carnaval, mas a alegria da época do ano que mais faz o concelho fervilhar encontrou forma de estar presente. A Câmara lançou o desafio, a população aderiu, e mais de 200 máscaras gigantes enfeitam as varandas de muitos edifícios.

O repto foi feito pela Autarquia, que encomendou máscaras gigantes, todas iguais, e as disponibilizou gratuitamente à população. Há muitos anos, era tradição em Ovar pendurar máscaras de "gigantones" nas fachadas das casas, por época do Carnaval. Em ano de pandemia, recuperou-se esse hábito.

Acabaram por ser mais de 200 as máscaras disponibilizadas pela Câmara, numa iniciativa que esgotou. Depois, em casa e em segurança, os vareiros - gente que trata a criatividade por "tu" - colocaram mãos à obra e pintaram-nas. Por isso, há máscaras de todas as cores. Umas retratam figuras da terra ligadas ao Carnaval, outras homens e mulheres anónimos, palhaços e várias figuras folionas sem género. Foi a imaginação de cada um que ditou o resultado final: dezenas de varandas enfeitadas, para dar cor a uma cidade que muitos não têm memória de ver tão deserta por altura do Entrudo.

Outra das formas que a Autarquia encontrou de marcar a data foi, também, "encomendar" aos grupos e escolas de samba a elaboração de um monumento ao Carnaval, que foi colocado em lugar de destaque, em frente ao edifício camarário.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG