Natalidade

Câmara aprova apoio de 600 euros a crianças até aos três anos

Foto Arquivo / Global Imagens

Um apoio anual de 600 euros a todas as crianças da Feira, até aos três anos, foi recentemente aprovado pela Câmara Municipal numa iniciativa do presidente da Câmara, Emidio Sousa, que pretende incentivar a natalidade. O líder da oposição, Marcio Correia, lembrou que tinha já apresentado uma proposta idêntica, na ocasião chumbada pela maioria PSD.

Para o presidente da Câmara trata-se de uma proposta "baseada em evidências, que revelam uma quebra acentuada e preocupante da natalidade e o envelhecimento da população. Estamos a ficar com uma sociedade sem crianças, uma sociedade sem futuro".

Emídio Sousa esclarece que esta é apenas uma de várias medidas implementadas pelo município "para contrariar esta preocupante tendência global", sublinhando que, "só com boas contas públicas e equilíbrio financeiro é possível avançar com um apoio desta dimensão".

Apesar de votar favoravelmente, o vereador da oposição, o socialista Márcio Correia, não deixou de tecer publicamente algumas considerações sobre a proposta.

"É com satisfação que vejo o PSD de S. M. da Feira aproveitar e aplicar as propostas do PS", referiu o vereador, lembrando que "a verdade indesmentível é que foi proposto em 2 de dezembro de 2019 pelo o PS um incentivo à natalidade em reunião de Câmara Municipal, nesta data o Dr. Emídio Sousa votou contra", lembrou.

O incentivo, com efeitos a 1 de janeiro de 2022, traduz-se na atribuição de um valor máximo de 1800 euros por cada criança, correspondente a 600 euros anuais, até completar três anos de idade. Será pago em duas prestações anuais de 300 euros.