O Jogo ao Vivo

Saúde

Hospital da Feira vai cancelar cirurgias e ter nova ala para doentes covid

Hospital da Feira vai cancelar cirurgias e ter nova ala para doentes covid

Em nove dias, o número de internamentos por infeção de covid-19, na Feira, subiu de 15 para 55. O Hospital S. Sebastião prepara-se para ativar uma nova ala para receber mais infetados e cancelar as cirurgias não urgentes.

O número de internamentos de doentes com Covid-19 no S. Sebastião tem vindo aumentar de uma forma galopante na última semana, estando o Hospital a preparar a abertura de uma terceira ala com capacidade para mais 25 doentes infetados. As outras duas existentes, cada uma com igual capacidade, estão no limite.

Esta nova ala está a ser alvo de todos os cuidados necessários, contando inclusive com as orientações da autoridade de saúde pública.

Entre os 55 doentes com o covid-19, nove encontram-se internados na Unidade de Cuidados Intensivos, cuja capacidade poderá ser alargada a um máximo de 12 doentes.

Perante o crescente número de casos, a administração pondera, ainda, o recurso à contratação de mais camas no exterior, recorrendo a privados e instituições, para alojar doentes não covid.

Outra das medidas passa por adiar as cirurgias programadas não urgentes. Uma pretensão que, perante o atual cenário, deverá acontecer em breve, confirmou fonte do Hospital, ao JN.

O serviço de Urgência registou também, no fim de semana, um pico elevado de procura, provocando a permanência de várias pessoas nos corredores, aguardando o resultado de testes e exames ou à espera das respetivas altas, de acordo com esclarecimento do Hospital.

PUB

O Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, onde estão inseridos os hospitais de Oliveira de Azeméis, São João da Madeira e Feira, é responsável pelo atendimento de uma população aproximada de 350 mil habitantes.

Outras Notícias