GNR

Ossadas humanas encontradas em estaleiro de Santa Maria da Feira

Ossadas humanas encontradas em estaleiro de Santa Maria da Feira

Várias ossadas humanas e restos de caixões foram encontradas num estaleiro da Junta de Freguesia de São Paio de Oleiros, Santa Maria da Feira, entre esta terça-feira e quarta-feira. Há suspeitas que os ossos sejam provenientes da limpeza de um cemitério.

Ninguém parece saber, com precisão, de onde são provenientes as ossadas e madeiras de caixões, nem como estas foram parar a um estaleiro da Junta de Freguesia, situado numa zona recôndita.

O presidente da Junta de Freguesia, Maximino Costa, diz, ao JN, que "foi quase de certeza absoluta limpeza de algum cemitério", mas prefere não tecer grandes comentários sobre o tema já que o caso "está em fase de investigação".

O autarca afirma que alguém "rebentou uma parte da vedação e depositou lá os restos de madeira de caixão e um saquito que tinha alguns detritos [ossos]".

Maximino Costa explica que a descoberta macabra foi feita pelos funcionários da Junta de Freguesia. "Os funcionários chegaram lá e viram os detritos de restos de madeira e pelo cheiro desconfiaram que se passava alguma coisa. Ligaram-me depois a avisar".

Adianta que a GNR está a investigar o sucedido. "Estão a investigar para ver a proveniência dos ossos. Tive que espoletar o assunto, porque acaba por ser um caso que tinha que ser acompanhado pelas autoridades".

Durante o dia de hoje, uma máquina retroescavadora procedia à separação das terras que foram depositadas naquele local, quando terão sido encontradas mais ossadas humanas.