Santa Maria da Feira

Utentes avaliam em tempo real qualidade dos serviços no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga

Utentes avaliam em tempo real qualidade dos serviços no Centro Hospitalar Entre Douro e Vouga

Os pacientes que se encontrem num dos três hospitais que fazem parte do Centro Hospitalar do Entre Douro e Vouga, (CHEDV) Oliveira de Azeméis, São João da Madeira e Feira, já podem avaliar, em tempo real, a sua satisfação em relação aos serviços prestados.

Implementado em abril, estando por isso ainda numa fase embrionária, o novo sistema permite que o utente dê a sua opinião no Serviço de Urgências, Internamento, Exames, Bloco Ambulatório, Consulta Externa, Imagiologia, Análises e Hospital de Dia.

Esta nova ferramenta é ativada pós-interação com os serviços do CHEDV, via SMS, QR Code e e-mail, o que permite ao utente valorizar a experiência que teve em tempo real, possibilitando também ao CHEDV, "estabelecer protocolos de processos para melhorar os níveis de satisfação dos seus utentes".

Fonte do Centro Hospitalar esclareceu, ao JN, que o principal objetivo deste projeto é "aferir a qualidade dos serviços prestados e o impacto que o CHEDV tem nos seus utentes, através do Net Promoter Score (NPS)".

O NPS, é uma metodologia assertiva adotada pelas maiores organizações do mundo, cujo conceito é simples. Por exemplo, no caso do CHEDV, o utente que está a ser atendido num destes serviços recebe uma mensagem via telemóvel, na qual é questionado, numa escala de 0 a 10, se recomendaria o serviço em causa.

Nas primeiras semanas de implementação do sistema foram enviadas cerca de 15 mil mensagens via telemóvel, referentes a interações realizadas com utentes do CHEDV.

Com recurso ao software integrado no sistema informático do CHEDV, os resultados são automaticamente disponibilizados à gestão.

Imobusiness