O Jogo ao Vivo

Santa Maria da Feira

Moradores de Souto exigem ligação do saneamento na Rua da Amieira

Moradores de Souto exigem ligação do saneamento na Rua da Amieira

Câmara e Indaqua dizem que é necessário expropriar terrenos, num processo que já leva vários anos.

"Estamos em pleno século XXI e ainda não temos saneamento a funcionar junto às nossas habitações. É inadmissível e uma vergonha para o concelho" afirma Manuel Ferreira, um dos muitos moradores da Rua da Amieira, na freguesia de Souto, que há anos reivindicam a disponibilidade deste serviço básico.

O morador diz ter contactado várias entidades, mas sem sucesso. "Já fiz pressão junto de vários responsáveis, mas o problema continua por resolver", afirma.

"Vivo no fim da rua e os esgotos vêm todos parar junto da minha habitação. Nem todas as pessoas têm dinheiro para pagar o serviço de uma cisterna", explicou Manuel Ferreira.

Diz que se trata de uma reivindicação "mais do que compreensível nos dias de hoje". "As ruas próximas destas estão todas servidas com o saneamento, não há justificação para que a nossa também ainda não tenha o serviço a funcionar", refere.

Com a rede de saneamento colocada no local há vários anos, António Onofre, outro morador, acusa as autoridades de "esquecimento". "Estamos esquecidos pelos nossos responsáveis. É um serviço importante que não temos disponível e nos provoca transtornos".

Ao JN, diretor geral da Indaqua Feira, Ricardo Grazina, esclarece que a ligação final "está condicionada por direitos de passagem em terrenos particulares, cuja obtenção está já a ser tratada pelo município".

PUB

"Assim que esses terrenos sejam libertados, a restante rede será construída (pelo município) e as habitações em questão serão ligadas à rede pública de saneamento".

Também a Câmara Municipal confirma que a ligação está "dependente da obtenção dos direitos de passagem em terrenos que são propriedade de particulares".

Nenhuma das entidades refere quando poderá estar concluído o processo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG