Santa Maria da Feira

Não há memória de tanta gente no arranque da Viagem Medieval

Não há memória de tanta gente no arranque da Viagem Medieval

No Rossio, centenas de pessoas formam um imenso círculo humano aplaudindo entusiasticamente a atuação de um grupo que faz sucesso com os seus tambores e gaitas de foles. Mesmo ao lado, na barraquinha do hidromel, vivem-se momentos de azáfama para atender a clientela ávida daquela bebida espirituosa. Não há memória de tanta gente presente nas primeiras horas da Viagem Medieval, em Santa Maria da Feira.

A inauguração oficial da 25ª edição do evento que recria a Idade Média e que permanece na Feira até ao próximo dia 14 ocorreu às 15 horas desta quarta-feira, mas o sinal de partida popular para a Viagem há muito tinha sido dado pelos forasteiros que esperavam ansiosamente para ocupar o recinto e começar a saborear as iguarias disponíveis ou fotografar as primeiras animações.

"Está magnífico", afirmava Manuel Teixeira, enquanto segurava a caneca de sangria e aplaudia a atuação do grupo com tambores.

PUB

A pouco metros de distância, os clientes provavam o "Odemel". "Quando se bebe este hidromel acontecem coisas magníficas", garantia Marina Velhas que, com Inês Valente, tentava responder às muitas solicitações dos clientes.

"Parece-me que vai ser a melhor Viagem de sempre. Nas edições anteriores só começávamos a vender hidromel a partir das oito da noite. Nesta edição as pessoas já estavam à espera que abríssemos a barraquinha desde as 13 horas", explicou Marina. "Está a ser uma surpresa, nunca pensei ter uma afluência de clientes assim, a esta hora", referia a responsável pela barraquinha desta bebida resultante da fermentação de água com o mel, oriunda de Oliveira de Azeméis.

Os visitantes mostravam também satisfação generalizada. "É a primeira vez que vimos à Viagem e estamos a gostar muito. É um espaço agradável e com animação", afirmaram Paulo Lourenço e Fátima Lourenço, de Lisboa. "Há vários anos que marcamos presença. Adoramos e vamos voltar noutro dia com a família", garantiram Ricardo Carvalho e Andreia Monteiro, outro casal visitante.

Mais de 100 mil euros na segurança

O presidente da Câmara, Emídio Sousa, garantiu que foram gastos "mais de 100 mil euros" nas condições de segurança do recinto. Verba destinada às forças da ordem, bombeiros, segurança privada, entre outros.

Conforto para os visitantes

A ampliação da área do recinto da Viagem Medieval permite aos visitantes usufruírem de espaços mais amplos, com maior comodidade. Algumas áreas temáticas disponibilizam mais espaços para o público, assim como as zonas de refeição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG