Premium

De uma incubadora tecnológica nasceram 400 empregos

De uma incubadora tecnológica nasceram 400 empregos

Da Sanjotec saem para o Mundo comandos de televisão e os sapatos das hospedeiras da TAP. Parque faz hoje 10 anos.

É na incubadora tecnológica Sanjotec, em S. João da Madeira, que nascem os comandos das boxes de televisão de nossa casa. Todas as operadoras em Portugal usam telecomandos criados ali. A Tech4Home arrancou pelas mãos de quatro sócios que, depois de saírem da empresa onde trabalhavam, criaram uma startup. Foi uma das primeiras na Sanjotec, o parque de indústria 4.0 que abriu há dez anos e emprega 400 pessoas.

Miguel Oliveira, 47 anos, e os outros sócios pediram, em 2009, a antecipação das prestações do subsídio de desemprego. Conseguiram 50 mil euros e começaram na Sanjotec a única empresa na Península Ibérica a fazer comandos para operadoras de televisão. Levaram um ano a criar o primeiro, chamava-se Meo Kids. "Um conceito específico para crianças, com a particularidade de só incluir teclas para canais infantis", diz. Do nicho de mercado de comandos para a pequenada - só na Rússia venderam meio milhão -, abriram portas para o resto.

Hoje, a Tech4Home fornece 35 operadoras espalhadas pelo Mundo e, entre as 58 empresas instaladas na Sanjotec, é a que mais fatura: 17 milhões de euros este ano. Vendem quase tantos comandos quantos os subscritores das operadoras. Ao todo, já venderam 15 milhões e desenvolveram 50 modelos. Este ano, receberam um Red Dot Design Award por um comando que utiliza tecido. Também já criaram um que funciona pela voz. De quatro passaram a 25 pessoas, e do edifício 1 da incubadora saltaram para a Sanjotec 2.

A Tech4Home é o reflexo da incubadora que, em 2008, deu os primeiros passos com 50% de ocupação: 18 startups e 75 colaboradores.

Cresceu de tal forma que já conta dois edifícios - custaram 10,5 milhões de euros -, quase totalmente ocupados com 58 empresas, 400 colaboradores. Quando começou, o volume de negócios era de 6 milhões, hoje representa 30 milhões, a maioria de exportações.

Até Silicon valley

É na Sanjotec que nasce o sistema pioneiro de RFID usado pela Zara para rastrear produtos. É feito pela Creative Systems, que abriu escritório em Silicon Valley. É também na incubadora que se desenvolvem os sapatos que as hospedeiras e pilotos da TAP usam. É o primeiro calçado do Mundo que mantém conforto em qualquer latitude, criado pela SkyPro. Pelas mãos da DreamDomus está ainda a nascer um protótipo de casa que poupa energia.

Depois da indústria 4.0, a Sanjotec ainda criou um polo de indústrias criativas na Oliva Creative Factory. Gerida pela Câmara, Universidade de Aveiro e Portus Park, a incubadora comemora hoje dez anos, no dia em que o Município celebra 92.

ver mais vídeos