São João da Madeira

Palacete do Rei da Farinha transformado em Centro de Memória da Indústria

Palacete do Rei da Farinha transformado em Centro de Memória da Indústria

O futuro Centro de Memória da Indústria da cidade de S. João da Madeira vai ficar instalado no Palacete do Rei da Farinha, edifício que vai, em breve, sofrer obras de reabilitação. O concurso público foi já lançado, seguindo-se um prazo de 60 dias para os candidatos apresentarem uma proposta de arquitetura para o palacete.

De acordo com a autarquia, o espaço será convertido num novo ponto de visita do programa do Turismo Industrial de S. João da Madeira, com um centro de exposição e pesquisa da história local e nacional da indústria.

Irá acolher diversos acervos, disponibilizando toda a informação ao público, "no quadro de uma experiência turística e formativa". "Também pretende ser um centro onde se perspetivará o futuro da indústria", acrescenta.

A integração do Palacete do Rei da Farinha na oferta no circuito turístico do concelho "consolida e promove a oferta já existente, que envolve visitas a empresas vivas em funcionamento, ao Museu do Calçado, ao Museu da Chapelaria, ao Centro de Arte Oliva, ao Centro de Interpretação da Oliva e a outras entidades parcerias do Turismo Industrial", justifica a Câmara Municipal.

O Palacete do Rei da Farinha é um exemplar arquitetónico do estilo "brasileiro", à semelhança de outros edifícios do mesmo estilo que existem em S. João da Madeira, "constituindo motivo de atração".

"Esta intervenção vem juntar-se à estratégia da Câmara Municipal em reabilitar o património histórico da cidade, tal como aconteceu com o Palacete dos Condes, que foi integrado no programa governamental Revive e será convertido numa unidade hoteleira", referiu o presidente da Câmara Municipal, Jorge Sequeira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG