Aveiro

Fogo em Sever do Vouga já passou para Águeda, vento é obstáculo

JN/Agências

Incêndio deflagrou ao início da tarde

Foto Arquivo Global Imagens

O incêndio que lavra em Sever do Vouga, no distrito de Aveiro, já passou para o concelho vizinho de Águeda. O vento dificulta o combate ao fogo.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Sever do Vouga, Pedro Lobo, disse que o fogo que teve início no lugar da Frágua, na freguesia de Talhadas, "evoluiu rapidamente e propagou-se ao concelho de Águeda", onde está a evoluir "com alguma intensidade". "Neste momento, temos muitos meios de vários agentes de proteção civil empenhados com o objetivo de dominar o incêndio", adiantou o autarca.

Pelas 17.30 horas, o comandante do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Aveiro, José Pinto, dizia que o incêndio continuava ativo, com uma das frentes a causar ainda "alguma preocupação devido à dificuldade de acessos".

Além da falta de acessos, os bombeiros estão também a sentir dificuldades com o vento forte que se faz sentir na zona e que, segundo José Pinto, poderá originar reativações "em áreas onde as chamas já estavam dominadas". "O nosso objetivo é que durante a noite o incêndio fique resolvido", afirmou o responsável, adiantando que, para já, não há casas em perigo.

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, pelas 18:45, o fogo, que lavra numa zona de povoamento florestal, estava a ser combatido por 373 operacionais, apoiados por 109 viaturas e oito meios aéreos.

Relacionadas