O Jogo ao Vivo

Almodovar

Presidente da Câmara de Almodôvar retira confiança à vice

Presidente da Câmara de Almodôvar retira confiança à vice

António Bota, presidente da Câmara de Almodôvar, retirou "a confiança politica e a representação no Município" à vice-presidente, Lucinda Jorge. A visada, que fazia parte do elenco eleito pelo Partido Socialista na edilidade almodovarense, já reagiu e garantiu que vai continuar a estar presente nas reuniões camarárias e da Assembleia Municipal, como Vereadora do Partido Socialista.

A discórdia, segundo palavras de António Bota à Rádio Castrense, emissora local de Castro Verde, está relacionada com "a preparação do próximo ato eleitoral autárquico", uma vez que no final do presente mandato o autarca atinge o limite de mandatos à frente da Câmara de Almodôvar.

Em comunicado, o autarca justifica que se trata de uma decisão tomada por razões internas, baseadas na "falta de confiança política, sendo que a restante vereação (PS) corrobora esta tomada de posição", acrescentando António Bota que "na política é necessário trabalharmos na base da confiança. Neste caso, não considero existir confiança política para encontrar as melhores soluções para o presente e o futuro executivo", rematou.

PUB

A explicação para o sucedido de Lucinda Jorge prende-se com o facto da militante ter avançando com uma candidatura à Comissão Politica da Concelhia do Partido Socialista de Almodôvar, segundo a própria "após o atual Presidente da mesma, António Bota, referir numa reunião da Comissão Politica a sua indisponibilidade para se voltar a recandidatar", referiu em comunicado.

"Na reunião da Comissão Política da Concelhia do PS de Almodôvar do passado dia 1 de setembro de 2022, o Presidente da mesma, António Bota, informou a militante Lucinda Jorge de que, caso não desistisse da sua candidatura lhe seria retirada os pelouros atribuídos enquanto Vereadora da Câmara Municipal de Almodôvar, bem como a vice-presidência da mesma", afirma.

O comunicado termina com a garantia, por parte de Lucinda Jorge, que vai continuar "a estar presente nas reuniões camarárias e da Assembleia Municipal, como Vereadora do Partido Socialista, defendendo as causas do Concelho de Almodôvar e dos seus munícipes":

Na página na internet do Município de Almodôvar, Lucinda Jorge continua a figurar no Executivo como vice-presidente com os pelouros da Proteção Civil, Ação Social, Saúde Pública e Segurança dos Alimentos, Apoio às Freguesias, Desenvolvimento Económico e Social, Abastecimento de Água, Saneamento e Higiene Pública, Ordenamento do Território e Instrumentos de Gestão Territorial, Informação Cadastral, Gestão Florestal e Áreas Protegidas e Proteção e Saúde Animal.

A Câmara Municipal de Almodôvar também não divulgou se os pelouros que pertenciam a Lucinda Jorge vão ser redistribuídos pelo restante Executivo e se o vereador João Lopes Pereira vai passar a ser o vice-presidente. Esta saída não altera a dinâmica de poder no concelho, onde o PS continua a manter a maioria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG