Alvito

Octogenário barricou-se com mulher e filha

Octogenário barricou-se com mulher e filha

Um homem de 86 anos barricou-se ao início da madrugada na sua casa em Vila Nova de Baronia, concelho de Alvito, distrito de Beja, tendo na sua companhia a mulher e a filha.

Negociadores do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento (NIC) de Beja da GNR estiveram no local e convenceram o homem a sair de casa, o que aconteceu cerca das 05.15 horas, tendo o indivíduo feito um disparo inadvertido para o chão e os militares respondido com um tiro de intimidação para o ar.

Na origem do caso esteve uma crise de diabetes do homem, que tinha estado internado no Hospital de Beja até ao final da tarde de quarta-feira.

Pouco antes da 01.00 hora desta quinta-feira, com o homem muito descompensado e nervoso devido à crise de diabetes, a mulher e a filha chamaram os Bombeiros Voluntários de Alvito. Mas na habitação, situada nos subúrbios de Vila Nova de Baronia junto à estação ferroviária, o octogenário "recebeu" os bombeiros com uma pistola, o que levou estes a alertarem a GNR.

No local estiveram patrulhas dos postos de Alvito e Vidigueira, Destacamento de Intervenção e NIC de Beja, tendo cerca das 02.30 horas, via telefone, o homem acedido a deixar sair a filha e a entregar-se.

Quase três horas depois o homem saiu de casa pelos seus meios e ao sair fez, segundo uma fonte da GNR de Beja, "um disparo inadvertido para o chão, sem intenção de provocar ferimentos em quem quer que fosse, o que levou os militares a fazerem um disparo de intimidação para o ar, tendo o homem de imediato largado a pistola".

Depois de revistado, o indivíduo foi assistido pelos operacionais da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Beja, para onde foi transportado cerca das 6 horas e internado compulsivamente.

PUB

De acordo com as explicações do capitão Pedro Ribeiro, porta-voz do Comando Territorial de Beja da GNR, "a pistola que o homem tinha e outra encontrada em casa eram de alarme e só disparavam pólvora seca".

Nas operações de resgate e socorro estiveram envolvidos 20 operacionais entre bombeiros, VMER e GNR, apoiados por 8 viaturas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG