ESTIG

Caloiros e veteranos oferecem água e comida aos bombeiros de Beja

Caloiros e veteranos oferecem água e comida aos bombeiros de Beja

Num gesto altruísta, no âmbito das praxes, caloiros e veteranos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTIG) do Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) ofereceram produtos líquidos e alimentares aos bombeiros. Organizadores da iniciativa não falam sobre a ação.

"Furando" aquelas que são as praxes tradicionais, com ovos, farinha, flexões ou gritarias, cerca de duas dezenas de caloiros e veteranos da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Beja, ofereceram aso Bombeiros Voluntários de Beja (B. V. Beja), packs de água de meio litro e litro e meio, e bens alimentares não perecíveis, como massas, latas de conserva e bolachas.

Pedro Barahona, comandante dos B. V. Beja, justificou que "dentro das praxes há também a vertente solidária. É um gesto bonito e uma ação importante e que recebemos com gratidão", concluiu. Nas redes sociais a corporação registou a ação com fotografias e agradeceu o gesto desejando "aos novos bichos e veteranos da ESTIG o maior sucesso para futuro".

PUB

Contatado pelo JN, para ouvir os organizadores da iniciativa, o Gabinete de Comunicação e Imagem do IPBeja, informou que "os estudantes não estão disponíveis para falar sobre a ação promovida", esclareceram.

Recorde-se que a ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior apelou aos estudantes e dirigentes do ensino superior para iniciarem o novo ano letivo com "um ambiente académico inclusivo, inspirador e seguro", repudiando as praxes. Elvira Fortunato disse que vão ser anunciados "apoios à realização de atividades alternativas às praxes académicas" e mais medidas de apoio social aos estudantes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG