Beja

Chuva inunda escola sem cobertura e deixa mais de mil alunos sem aulas

Chuva inunda escola sem cobertura e deixa mais de mil alunos sem aulas

Mais de 1.100 alunos e professores foram, esta quinta-feira, enviados para casa, em virtude da escola estar inundada. O edifício não tinha coberturas, que estavam a ser substituídas.

A forte chuvada que caiu durante toda a noite no Alentejo provocou inundações no interior do edifício da Escola Básica Mário Beirão, em Beja. Todos os espaços interiores da escola, incluindo salas de aulas, estão inundados, uma vez que o mesmo não tinha coberturas, já que tinham sido retiradas as existentes em amianto e iriam ser colocadas novas coberturas.

O mau tempo que se fez sentir durante toda a madrugada na cidade de Beja, essencialmente a partir das 3.30 horas, com uma forte trovoada acompanhada de fortes bátegas de água, levaram a que o edifício ficasse inutilizável. O alerta foi dado, cerca das 8.10 horas, quando a diretora da escola entrou no espaço e deu com a dura realidade.

Arlindo Morais, vereador da Câmara Municipal de Beja e responsável pela Proteção Civil, disse ao Jornal de Notícias que "a escola fica encerrada hoje e amanhã, tudo fazendo para que possa reabrir na segunda-feira". O valor dos estragos "ainda não está contabilizado", mas Arlindo Morais garante que a autarquia tinha alertado a empresa responsável pela obra "para o facto de ser retirada toda a cobertura e só depois colocada a nova" concluiu.

No local, estão os Bombeiros Voluntários de Beja e Serviços Municipais da Proteção Civil com nove operacionais e quatro viaturas, cujo primeiro objetivo é bombear toda a água acumulada no interior do edifício da Mário Beirão.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG