Coronavírus

Utente de lar em Beja é a primeira vítima mortal da Covid-19 no Alentejo

Utente de lar em Beja é a primeira vítima mortal da Covid-19 no Alentejo

Faleceu na madrugada desta segunda-feira a primeira pessoa vítima de Covid-19 na região. O homem, de 87 anos, era um dos três utentes do Lar Nobre Freire, de Beja, internados no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana.

O octogenário estava internado desde o passado dia 14 de abril, sendo um dos infetados daquela instituição com Covid-19 e o óbito ocorreu cerca das 2 horas da madrugada. O caso que foi conhecido três horas depois, quando um familiar colocou um "post" na sua página de "Facebook", a despedir-se do mesmo.

Fonte da Unidade de Saúde Pública (UPS) da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA), confirmou ao JN o falecimento do doente, justificando que "ainda não há conhecimento do relatório do óbito, para se confirmar se foi com Covid-19 ou por Covid-19". Como o óbito ocorreu já de madrugada, não consta dos dados revelados esta segunda-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS), que contabiliza apenas casos e mortes até à meia-noite do dia anterior.

A vítima sofria de outros problemas, nomeadamente pulmonares e renais e a infeção terá acelerado o degradar do estado de saúde do octogenário.

Segundo apurou o JN, o funeral vai realizar-se amanhã às 10 horas, saindo o copo do Gabinete-Médico Legal para o Cemitério de Beja, não sendo sujeito a autopsia.

Na manhã desta segunda-feira, o presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, tinha colocado nas redes sociais a informação de que "desde terça-feira, data em que foram confirmados o segundo e o terceiro caso positivo no Lar Nobre Freire, que no concelho de Beja, não há o registo de mais casos positivos de Covid-19". São, portanto cinco dias, sem casos positivos. "Recebemos este fim-de-semana ainda a boa notícia de se registarem os dois primeiros casos de recuperados/curados no concelho", concluiu o autarca.

Segundo os dados, nos dias anteriores seriam onze os casos positivos no concelho de Beja, pelo que face aos dois casos de recuperados e o a óbito registado, serão agora oito os infetados.

Lar Nobre Freire alvo de desinfeção

A Unidade de Emergência Proteção e Socorro (UEPS) da GNR, procedeu, no sábado, à desinfeção e higienização do primeiro piso do Lar Nobre freire, em Beja.

A intervenção surgiu na sequência de uma solicitação da Câmara Municipal de Beja e da instituição de solidariedade social, situado na zona histórica da cidade e que segundo Paulo Arsénio, presidente da edilidade bejense, "implicou a saída de 33 utentes durante uma parte substancial do dia para as instalações do Seminário Diocesano", justificou.