Municípios

Festival Beja Romana: quatro dias de festa no Centro Histórico

Festival Beja Romana: quatro dias de festa no Centro Histórico

A Câmara Municipal de Beja renovou a 5.ª edição do Festival Beja Romana, que se realiza entre 17 e 20 de maio no concelho e que promete aos visitantes reviverem os tempos da romana Pax-Júlia.

Segundo o autarca do município, a edição deste ano terá um cariz "mais pedagógico e formativo" e "menos teatral". Paulo Arsénio acrescentou que a festa visa "trazer os alunos de todas as escolas do concelho para viverem o passado romano de Beja". Este ano, a organização do evento contratou uma empresa "mais conceituada" para montar o certame, esperando-se, assim, "mais qualidade e diversidade".

Paulo Arsénio sustentou que "há condições para ter um evento diferenciador", justificando que "este nunca esteve em causa, como se procurou fazer passar". O executivo socialista, que venceu a autarquia nas passadas eleições autárquicas, "sempre disse que o Festival seria menos teatral e mais pedagógico", concluiu.

Por seu turno, o vereador Arlindo Morais reforçou o facto de o Festival Beja Romana ser "um projeto educativo (...) que fique no imaginário das crianças", recordando que o projeto nasceu num agrupamento de escolas da cidade.

Pedro Martinho, vice-presidente do Agrupamento de Escolas Nº2 de Beja, do qual faz parte a Escola D.Manuel I, lembrou que "a ideia nasceu num curso de turismo, que além de recrear uma época da cidade, contribuiu ao mesmo tempo para a nota curricular dos alunos", justificou.

"Promovemos a Semana da Paz em que vários professores procuraram dar aos alunos, o contexto do que é a Beja Romana", concluiu.

O Festival Beja Romana começa esta quinta-feira, às 10.15 horas, com o Cortejo-A Fundação de Pax-Júlia, que vai ligar a Escola D.Manuel I à Praça da República, com participação de 1500 alunos e cidadãos que se inscreveram para participar no evento.

Para trazer mais visitantes a Beja, a autarquia não vai cobrar estacionamento no parque subterrâneo que fica a 150 metros da Praça da República. Além disso, os museus vão estar abertos e com entradas livres.

ver mais vídeos