Pandemia

Médico da VMER de Beja testou positivo para a covid-19. Enfermeiros e bombeiros em casa

Médico da VMER de Beja testou positivo para a covid-19. Enfermeiros e bombeiros em casa

Um médico, que entre outras funções, presta serviço na Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, deu resultado positivo aos testes de covid-19. O clínico presta também serviço no Hospital de Cascais e no helicóptero do INEM estacionado em Évora.

Segundo apurou o JN, três enfermeiras, duas do Hospital de Beja que fazem serviço na VMER e uma de um lar em Serpa, e 12 bombeiros, nove do Corpo de Beja e três de Mértola, estão em isolamento em casa, todos eles assintomáticos.

O médico terá feito um turno de 24 horas, que teve início às 8 horas do passado dia 11 de agosto, tendo posteriormente feito um teste que resultou positivo, com o caso a ser espoletado pelo Centro de Saúde de Cascais, que contactou os bombeiros de Beja para aceder à lista de operacionais que estiveram com o infetado. Os bombeiros vão fazer testes quarta-feira no Centro de Saúde de Beja, enquanto uma das enfermeiras da VMER já efetuou o teste que deu negativo.

As duas corporações estão preocupadas com dois dos seus operacionais, que a darem positivo podem levar ao fecho dos respetivos quartéis, uma vez que fizeram diversos serviços e passaram muitas horas até serem enviados para casa.

Apesar das muitas chamadas feitas pelo JN para os telefones, fixo e móvel, do Gabinete de Imprensa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), nenhum foi atendido, tal como para o diretor da Autoridade de Saúde Pública de Beja, cujo telefone estava desligado.

Outras Notícias