Protesto

"O Baixo Alentejo também é Portugal". Movimento de Beja quer mais apoio na região

"O Baixo Alentejo também é Portugal". Movimento de Beja quer mais apoio na região

António Costa e Augusto Santos Silva, primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros fizeram um passeio descontraído pelas principais artérias da cidade de Beja antes do início da Cimeira dos Amigos da Coesão, que se realiza este sábado na cidade alentejana. À sua espera estava o protesto do Movimento Beja Merece+.

O Movimento Beja Merece+ (BM+) convocou a população para se concentrar nas Portas de Mértola, a cerca de 200 metros do antigo Convento de São Francisco onde se realiza o encontro dos dezassete primeiros-ministros da União Europeia.

Florival Baioa, coordenador do BM+, justificou que "vamos entregar um memorando e uma carta, se possível ao Primeiro-ministro ou ao Ministro das Infraestruturas", sustentando que "vestiremos se preto, para marcar o luto da região vem prol do desenvolvimento", rematou.

Ao JN, quando quando questionado sobre se iria receber o movimento António Costa justificou que "vou ver a agenda e se tal se proporcionar terei todo o gosto em o fazer", rematou. O primeiro-ministro foi solicitado por diversos populares para tirar fotografias, o que acede com total àvontade.

Um grupo de turistas da cidade do Porto, instalado na Pousada onde decorrer a Cimeira foi dos "contemplados" com uma foto.

O ministro do Planeamento Nelson de Souza e o ministro dos Negócios Estrangeiros Augusto Santos Silva, acompanhados por Pedro Carmo (deputado socialista eleito por Beja), receberam os manifestantes do movimento BM+, que entregaram aos governantes um caderno de reivindicações para a cidade.

Têm reunião marcada para 12 de fevereiro com Nelson de Souza para discutir a situação da região.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG