Autárquicas

PS vai pedir recontagem de votos em União de Freguesias de Beja

PS vai pedir recontagem de votos em União de Freguesias de Beja

A Concelhia de Beja do Partido Socialista (PS) está a preparar o processo para pedir a recontagem de votos na União de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista.

De acordo com informação apurada pelo Lidador Notícias (LN) junto da estrutura socialista, esta não se conforma com o resultado de domingo naquela União de Freguesias, que deu a vitória à CDU por dois votos, e vai pedir a recontagem dos mesmos, por forma a reverter o resultado.

O LN apurou que o processo está nas mãos de elementos da concelhia que contam com o apoio jurídico para efeitos da formulação do pedido que será feito junto da Assembleia de Apuramento Geral eleitoral do Município de Beja, que segundo a lei eleitoral inicia os trabalhos no segundo dia após as eleições.

A recontagem de votos que será pedida por Jorge Parente, cabeça de lista do PS nas eleições à União de Freguesias, é passível de participação ao Tribunal Constitucional.

Nas eleições de domingo, a CDU, cuja lista foi encabeçada por Miguel Ramalho, venceu as eleições com 2014 votos, mais dois do que a lista do PS, liderada por Jorge Parente, que se recandidatava ao cargo de presidente daquela União de Freguesias, a mais populosa do concelho de Beja, com 11.570 eleitores inscritos, dos quais só 6302 exerceram o seu direito de voto.

Nas eleições de 2017, Jorge Parente derrotou o então presidente da União de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista, Miguel Ramalho, por 325 votos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG