Apoio

Câmara de Castro Verde cria Cartão Social do Bombeiro

Câmara de Castro Verde cria Cartão Social do Bombeiro

A Câmara Municipal de Castro Verde criou o Cartão Social do Bombeiro (CSB), cujo regulamento está em discussão pública, para depois ser aprovado pelo Executivo e posteriormente pela Assembleia Municipal.

A iniciativa, a primeira de uma das 14 autarquias do distrito de Beja, vai abranger os elementos do corpo ativo e quadro de comando dos Bombeiros Voluntários da chamada "Vila do Campo Branco".

Entre as regalias a conceder pelo cartão, constam a isenção de 50% no tarifário da água, saneamento e resíduos sólidos, apoio de 100 euros anuais para descendentes diretos para material escolar até ao 12.º ano de escolaridade e acesso gratuito a diversos equipamentos municipais.

António José Brito, presidente da Câmara de Castro Verde, afirmou que a criação do CSB, visa "reconhecer e valorizar o trabalho desenvolvido em prol da comunidade e da causa pública", acrescentando o jornalista, com carteira profissional suspensa, que "estamos conscientes do importa papel desempenhado pelos homens e mulheres que envergam aquela farda", rematou.

Por seu turno, o comandante do Corpo de Bombeiros, Vítor Antunes, disse ao JN que "é uma mais-valia para os bombeiros e é uma recompensa do município pela entrega ao trabalho em prol da comunidade", justificando que se trata de "um incentivo para o incremento do voluntariado, que é muito necessário", rematou.

A medida vai abranger 40 operacionais do corpo ativo e quadro de comando, mas Vítor Antunes defende o alargamento aos 40 elementos da Escola de Infantes e Cadetes, acrescentando que vai ser apresentada a proposta para "a redução do IMI em 50%", concluiu.

Outras Notícias