Ferreira do Alentejo

Histórico socialista continua a ser o favorito

Histórico socialista continua a ser o favorito

O histórico Luís Pita Ameixa regressou, há quatro anos, à liderança autárquica, conseguindo a maior vitória registada no distrito de Beja, com 67,96%, depois de ter sido presidente entre 1993 e 2005 e é de novo a aposta do PS.

Os 20% conseguidos pela CDU em 2017 mostraram as dificuldades que os comunistas tiveram em assumir-se como alternativa aos socialistas, tendo anunciado que o seu candidato é o também antigo presidente da câmara, José João Guerreiro.

Há 28 anos, Guerreiro era o presidente, eleito pela CDU, e Pita Ameixa, o candidato socialista, que acabou por conquistar o poder aos comunistas. Agora, invertem-se os papéis. Ameixa é o presidente, eleito pelo PS, e Guerreiro, com 70 anos, é o candidato comunista, com o objetivo de terminar com 24 anos de domínio socialista.

O PSD, de novo em coligação com o CDS/PP, volta a apostar em José Pereira, que em 2017 alcançou 7,55% dos votos.

No total, o concelho tem cinco candidatos, depois das confirmações de José esteves, do Bloco de Esquerda, um funcionário judicial, de 59 anos, de Octávio Costa, do Chega, de 46 anos, trabalhador nas minas de Aljustrel e que quer "mudar o rumo às coisas".

Num município que já conheceu cinco presidentes de Câmara, o PS "goleou" a CDU por 4-1, em número de mandatos, nas últimas eleições.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG