Mértola

Colisão deixa assistente operacional do Hospital de Beja em estado grave

Colisão deixa assistente operacional do Hospital de Beja em estado grave

Um homem de 43 anos está em estado considerado grave na sequência da colisão entre duas viaturas, esta segunda-feira, cerca das 15 horas, ao quilómetro 22,6 da Estrada Nacional (EN) 122, junto à Herdade do Montinho, freguesia de Alcaria Ruiva, concelho de Mértola.

Pedro Guerreiro, assistente operacional no Serviço de Urgência do Hospital de Beja, ficou encarcerado após a colisão e foi transportado para o hospital, onde foi sujeito a uma intervenção cirúrgica, por apresentar uma fratura do fémur.

O condutor da outra viatura não sofreu ferimentos.

As razões do acidente estão a ser investigadas pela GNR, mas sabe-se que a colisão ocorreu quando as viaturas, que seguiam em sentidos opostos, se cruzaram embateram na frente esquerda, acabando cada uma delas por perder a roda dianteira esquerda.

Dada a violência do embate as duas viaturas ficaram a mais de 50 metros do local da colisão acabando a viatura conduzida por Pedro Guerreiro, que seguia no sentido sul/norte (Mértola/ Beja), por fazer um peão fora da faixa de rodagem, ficando virada no sentido contrário.

No local do acidente estiveram 11 operacionais dos Bombeiros Voluntários e GNR de Mértola e viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Beja, apoiados por quatro viaturas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG