Surto

Fundador da Santa Casa de Mértola é vigésima vítima da covid-19 no lar

Fundador da Santa Casa de Mértola é vigésima vítima da covid-19 no lar

A morte de um homem de 97 anos eleva para 20 o número de vítimas do surto de covid-19 no lar da Misericórdia de Mértola.

A morte do fundador e primeiro Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mértola (SCMM), de 97 anos, ocorrida na tarde desta sexta-feira, no Hospital José Joaquim Fernandes (HJJF), em Beja, elevou para 20 o número de óbitos por covid-19 no surto do lar daquela Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI).

A morte do antigo funcionário do Centro de Saúde e presidente do Clube de Futebol Guadiana, instituições da "Vila Museu", foi a terceira ocorrida esta sexta-feira, todas na unidade hospitalar bejense. Segundo os números a que o JN acedeu, o surto já provocou a morte a 11 mulheres e 9 homens, sendo que 12 dos óbitos ocorreram na enfermaria covid-19 e Unidade de Cuidados Intensivos do hospital de Beja, e 8 na Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP), montada pela Câmara Municipal de Mértola (CMM), no Pavilhão Desportivo Municipal.

De acordo com o provedor da SCMM, José Alberto Rosa, "o surto no lar já infetou 101 pessoas, 65 utentes e 35 funcionários". Hoje existiam 46 utentes infetados, dois estavam internados no hospital de Beja, um dos quais morreu, e os restantes alojados na ZCAP.

Segundo sustentou o provedor, a equipa de funcionários do lar foi reforçada com o apoio da Segurança Social e da CMM, numa articulação com a Cruz Vermelha Portuguesa, que destacou 15 trabalhadores de apoio. A autarquia liderada por Jorge Rosa contratou uma empresa de prestação de serviços, que já esteve nos surtos dos lares de Ourique e de Beja, com uma equipa de 10 trabalhadores para a prestação dos cuidados aos utentes do lar da Misericórdia.

Segundo os últimos dados divulgados pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) e referente às 24 horas de quinta-feira, 6 de janeiro, no concelho de Mértola há 121 casos ativos, de um total de 227 que já se registaram desde o início da pandemia. O número total de vítimas mortais é de 18, sendo que 16 são relativas ao surto do lar da Misericórdia.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG