Covid-19

Utentes e funcionários de lar de Mértola testados após caso positivo

Utentes e funcionários de lar de Mértola testados após caso positivo

Uma utente do lar da Santa Casa da Misericórdia de Mértola, no Alentejo, testou positivo à covid-19, pelo que vão ser feitos testes aos restantes utentes e funcionários, disse esta quarta-feira o presidente do município.

O caso de infeção foi comunicado esta quarta-feira pela autoridade de saúde e depois de ter sido detetado na sequência de uma deslocação da idosa às urgências do hospital de Beja, onde lhe foi feito o teste de despiste, que deu resultado positivo, contou Jorge Rosa, presidente da Câmara de Mértola, no distrito de Beja.

Em declarações à Lusa, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mértola (SCMM), José Alberto Rosa, explicou que a idosa, na casa dos 80 anos, foi na passada segunda-feira às urgências do hospital de Beja por "apresentar uma tosse persistente".

Por se tratar de um dos sintomas da doença covid-19, a idosa fez o teste de despiste no hospital e voltou no próprio dia para o lar, onde ficou em isolamento a aguardar o resultado, que foi comunicado hoje pela autoridade de saúde, explicou o provedor.

Segundo Jorge Rosa, devido à deteção do caso, vão ser feitos na quinta-feira testes de despiste de covid-19 a todos os restantes utentes e funcionários da SCMM e os resultados deverão ser conhecidos no próprio dia.

Até serem concedidos os resultados, que "serão essenciais para determinar os passos a seguir", todos os restantes utentes vão permanecer no lar, sendo que, por decisão da autoridade de saúde, cinco deles foram "isolados", porque "tiveram mais contacto" com a idosa infetada, disse o autarca.

Já os funcionários continuam a trabalhar no lar e após terminarem os turnos de trabalho não irão para as respetivas casas, mas sim para outras instalações facultadas pelo município, "para se tentar estancar um possível surto", precisou Jorge Rosa.

Segundo o provedor da SCMM, estão a ser tomadas as medidas definidas em plano de contingência, no âmbito das quais as visitas aos utentes e o atendimento ao público no lar foram suspensos.

Atualmente, o lar da SCMM tem 72 utentes, dos quais três estão internados no hospital de Beja "por outras razões" que não a doença covid-19, e cerca de 50 funcionários, disse José Alberto Rosa.

À exceção da idosa, todos os restantes 68 utentes que estão a residir no lar e os funcionários estão "assintomáticos", frisou o provedor.

Outras Notícias