Fogo

Incêndio em Odemira dado como dominado. Arderam 1100 hectares

Incêndio em Odemira dado como dominado. Arderam 1100 hectares

O incêndio que deflagrou ao início da tarde de quarta-feira na zona de Sabóia, no concelho alentejano de Odemira, foi considerado dominado às 18.40 horas desta quinta-feira, revelou a Proteção Civil.

Contactado pela agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou que o fogo "entrou em resolução", ou seja, ficou dominado, "às 18.40 horas".

De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), encontravam-se ainda envolvidos no combate ao fogo, às 18.55 horas, 652 operacionais, apoiados por 218 viaturas e cinco meios aéreos.

O incêndio que deflagrou na quarta-feira na zona de Sabóia, no concelho de Odemira, consumiu uma área estimada de 1100 hectares, num perímetro de 20 quilómetros, revelou a Proteção Civil."A área [ardida] que apurámos tem cerca de 1100 hectares, com um perímetro estimado de 20 quilómetros", disse o 2.º comandante regional de Emergência e Proteção Civil do Alentejo, José Guilherme Marcos, numa conferencia de imprensa em Saboia, para fazer o ponto de situação do incêndio.

Segundo o responsável, as entidades competentes irão apurar a área final ardida, mas, de acordo com as previsões, "este incêndio tinha um potencial de dano que poderia chegar a cerca de 6000 hectares". Pela área que se estima ter ardido, toda no concelho de Odemira, distrito de Beja, "dá para ver a intensidade do incêndio", o "desempenho de excelência" e "a dificuldade que homens e mulheres tiveram para que chegássemos ao dia de hoje e a esta hora com o incêndio dominado", frisou.

A operação de combate tem estado a envolver meios dos bombeiros e da Força Especial de Proteção Civil, assim como a AFOCELCA, GNR e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

PUB

A partir das 19 horas, está marcado novo ponto de situação do incêndio pela Proteção Civil, numa conferência de imprensa na Junta de Freguesia de Sabóia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG