Vidigueira

Luís Amado, o autarca que fez mudar a Lei da Reorganização Administrativa

Luís Amado, o autarca que fez mudar a Lei da Reorganização Administrativa

No início de 2012 discutia-se o Regime Jurídico da Reorganização Administrativa das Autarquias Locais, conhecida como a lei da "Fusão de Freguesias", quando o presidente da Junta de Freguesia de Vila de Frades, concelho de Vidigueira, afrontou o Governo e "mudou a lei".

Luís Amado, tornou-se em figura de destaque na política autárquica quando confrontou Paulo Júlio, o então secretário de Estado do Governo de Pedro Passos Coelho, com a discórdia da fusão das freguesias e apresentou uma solução com o qual os governantes não contavam.

Homem conhecedor das leis e um experiente autarca em políticas locais, Luís Amado, quatro anos secretário-executivo e 12 presidente da Junta de Freguesia de Vila de Frades, "encostou à parede" Paulo Júlio ao garantir que "se a lei dos três quilómetros para a fusão das freguesias for aprovada, mudo a sede da junta de freguesia para as Ruínas de São Cucufate, que fica a quatro quilómetros. Contorno a lei e evito a fusão", ameaçou.

Esta posição de Luís Amado foi fraturante e o Governo retrocedeu e retirou da lei o parágrafo dos "quilómetros da fusão".

Em 2017, Amado ainda apresentou a candidatura à presidência da Câmara de Vidigueira, que depois viria a retirar. Em Vila de Frades fundou uma empresa turística e promove viagens, que têm como tema principal o vinho da talha, um dos ex-libris do concelho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG