Exclusivo

Freguesia de Barcelos não quer que albergue se chame "O palhuço"

Freguesia de Barcelos não quer que albergue se chame "O palhuço"

População de Pedra Furada não gosta da designação e desconhecia que a antiga primária era assim conhecida.

O nome do mais recente albergue público de apoio aos peregrinos dos Caminhos de Santiago, na antiga escola primária de Pedra Furada, freguesia de Barcelos, está a gerar discórdia. São muitos os que levantam a voz contra "O palhuço", afirmando ser "de mau gosto" e de dar "uma conotação muito negativa à freguesia e ao concelho". Já o presidente da Junta diz que aquele é "o nome pelo qual as pessoas identificavam o edifício".

António Herculano, de 65 anos, proprietário do restaurante "Pedra Furada", paragem obrigatória para quem percorre os Caminhos de Santiago, diz que quando soube o nome do albergue já não quis ir à inauguração. "Fiquei contente por terem recuperado a escola, onde aprendi a ler e a escrever, mas quando me disseram que o albergue se ia chamar 'O palhuço', fiquei muito triste", revela.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG