Autárquicas

Assembleia de voto fechada a cadeado por populares em Barcelos

Assembleia de voto fechada a cadeado por populares em Barcelos

Populares fecharam a cadeado a porta da assembleia de voto da sede da Junta, em Remelhe, Barcelos, em sinal de protesto.

O boicote às eleições autárquicas deve-se à insatisfação da população com a estrada municipal 505, que se encontra em mau estado.

Há vários anos que a população reclama uma estrada nova, mas as obras têm sido sucessivamente adiadas.

O protesto levou à intervenção da GNR, chamada para cortar o cadeado, cerca das 7.30 horas.

À volta da sede da Junta foram também colocadas faixas pretas. O boicote levou ao atraso da abertura das mesas de voto.

À porta, algumas pessoas ponderam votar em branco em mais um sinal de protesto.

O início da votação também se atrasou 50 minutos na Escola Básica de Gens, em Gondomar, porque "estava fechada a cadeado", segundo avançou à Lusa fonte das relações públicas da GNR do Porto, acrescentando desconhecer os motivos para o encerramento.

Este domingo, dia de eleições autárquicas, cerca de 9,4 milhões de eleitores são chamados a votar.

Outras Notícias