O Jogo ao Vivo

Barcelos

Mulher que se atirou ao rio perguntou pelo filho ao despertar

Mulher que se atirou ao rio perguntou pelo filho ao despertar

A mulher que tentou suicidar-se com um filho, em Barcelos, perguntou pelo menino quando recuperou a consciência e diz que "devia ter morrido". Sente-se "humilhada" pela alegada traição do marido.

Um familiar que visitou Susana no hospital diz que a mulher "perguntou pelo menino" assim que recuperou a consciência. "Está desesperada, diz que quer morrer, que devia ter morrido", acrescentou.

"Ela levou o menino porque ele não se dava sem a mãe", acrescentou.

"Não é uma assassina ou uma louca, como muitos pensam, ela estava em grande sofrimento", acrescentou, pedindo para não ser identificado. "Sentia-se humilhada pela traição do marido", explicou. Uma versão que também foi defendida por amigos de Susana, logo após o sucedido.

Susana "estava esgotada", disse uma amiga. "Disse-me que descobriu há pouco tempo que o marido a traía. Ficou de rastos", confidenciou a amiga, sábado, ao JN.

Esta foi a segunda vez que Susana tentou pôr termo à vida. Da primeira, foi travada quando já estava na ponte medieval de Barcelos, com um filho.

PUB

Após o sucedido, Susana procurou ajuda. Foi à médica de família, que terá receitado ansiolíticos e antidepressivos. "Deixou de tomar a medicação" ao descobrir que um dos medicamentos tinha como contraindicação a possibilidade de levar ao suicídio.

Nesta semana que mediou entre as duas tentativas, o casal continuou a partilhar casa. "Falei com ela, aconselhei-a a ter calma, a não fazer asneiras. Quando o marido estava em casa ela não falava, tinha medo", acrescentou o familiar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG