Contabilidade

Morreu Lúcia Lima Rodrigues, professora da Universidade do Minho

Emília Monteiro

Foto Dr

Morreu esta segunda-feira, aos 64 anos, a professora Lúcia Lima Rodrigues, Catedrática da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho.

Com vasta obra na área da Contabilidade, desempenhou cargos de direção como Vice-Presidente da EEG, Diretora do Departamento de Gestão e Responsável da Área de Contabilidade.

A docente, que morreu de cancro, foi ainda Vice-Presidente da Comissão de Normalização Contabilística e coordenadora do Comité de Normalização Contabilística Público, tendo sido escolhida como personalidade de reconhecido mérito, contribuindo desde 2013 para a produção das normas de contabilidade pública.

Representou Portugal nos vários organismos contabilísticos da União Europeia, nomeadamente no European Public Sector Accounting Standards (EPSAS) Working Group do Eurostat. A presidência da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho já publicou uma nota de pesar pela morte da docente e investigadora, ressaltando diversas funções da professora como a de consultora para várias organizações de prestígio como o Tribunal de Contas, o Banco de Portugal e a Ordem dos Contabilistas Certificados.

A sua investigação contribuiu para o desenvolvimento académico e apoio a profissionais. O seu trabalho foi reconhecido a nível nacional e internacional, tendo em 2022 ocupado o 10º lugar a nível Nacional para a área da Gestão no Ranking Mundial Research.com.

O velório tem início, esta segunda-feira, dia 3 de outubro, na Capela Mortuária de Fraião, em Braga. Amanhã, dia 4 de outubro (terça-feira), pelas 10.30 horas será celebrada uma missa de corpo presente, no mesmo local, na Igreja de Fraião, em Braga. No final da missa, o corpo seguirá para a Igreja Matriz de Chaves, onde decorrerão as cerimónias fúnebres, com uma missa de corpo presente pelas 15 horas.