Cancro

Morreu menino de Braga a quem o Papa telefonou

Empresas e voluntários organizaram um desfile do mundo Disney para celebrar o aniversário de Tomás|

 foto DR

 foto DR

 foto DR

 foto DR

 foto DR

Morreu Tomás Vilaça, o menino de 7 anos com cancro a quem o Papa Francisco telefonou em março. Natural de Braga, Tomás sofria, há um ano, de um neuroblastoma.

Esteve em Barcelona a fazer um tratamento experimental que acabou por não ter sucesso. Foi quando estava internado no Hospital Vall d'Hebron, em Barcelona, que os pais de Tomás receberam o telefonema do Papa.

Ana Costa, a mãe do menino, não atendeu e Francisco deixou uma mensagem. "Era uma voz a dizer 'Olá Ana, daqui fala o Papa Francisco, recebi a sua carta e vou rezar pelo Tomás'", contou ao JN a mãe do menino.

Sem conseguir falar com Ana Vilaça, o Papa telefonou para Ricardo, o pai do menino doente. "Estiveram dez minutos a conversar. O Papa quis saber como estava o Tomás, como estava a correr o tratamento e quis saber tudo sobre a doença", contou, na altura, a mãe do rapaz.

Nos últimos dias, Tomás pediu para celebrar o aniversário. Embora a data fosse 22 de maio, a família cantou os parabéns antecipadamente. Fã da Disney e sem poder viajar, um conjunto de empresas e voluntários organizaram um desfile do mundo Disney na rua da casa da família Vilaça para que Tomás pudesse participar.

O funeral realiza-se esta segunda-feira, às 15 horas, e será transmitido pelo Facebook Pelos Sonhos do Tomás.

A doença foi diagnosticada em setembro de 2019 e o menino foi tratado no IPO do Porto. O neuroblastoma é uma das formas mais agressivas de cancro. A iniciativa "Pelos sonhos do Tomás" chegou às redes sociais e também chegou ao Papa Francisco. Sem sucesso no combate à doença, os pais souberam de um tratamento experimental em Barcelona e iniciaram a angariação de fundos para suportar os custos. Cristiano Ronaldo e Georgina Rodríguez foram fundamentais para que a família se instalasse em Barcelona durante os tratamentos de Tomás