Ajuda

Braga cria banco de bens para carenciados

Braga cria banco de bens para carenciados

Projeto vai reutilizar monstros recolhidos pela Agere.

A empresa municipal BragaHabit, que gere a habitação social de Braga, vai passar a ter um "Banco de bens e equipamentos" para ajudar as famílias carenciadas do concelho. Os objetos, que vão desde mobiliário a eletrodomésticos, serão provenientes de doações, das recolhas de monstros feita pela empresa de resíduos AGERE e, ainda, dos antigos apartamentos dos bairros sociais que foram, recentemente, recuperados.

"Estamos a promover a reutilização de materiais, numa lógica de sustentabilidade ambiental e rentabilização de recursos, e a fomentar a responsabilidade social dos cidadãos e das instituições do Município, estimulando a participação ativa da comunidade", sublinhou o administrador da BragaHabit, Carlos Videira, esta segunda-feira, na apresentação do projeto.

Sem dívidas

Os equipamentos serão, sobretudo, destinados a pessoas isoladas ou agregados familiares que estejam inscritos nos programas de apoio habitacional da empresa. Mas podem, também, beneficiar dos bens as instituições de solidariedade social e associações de moradores com atividades direcionadas para as famílias carenciadas. Contudo, o acesso ao programa está dependente da não existência de dívidas ou outras situações irregulares perante a BragaHabit e o Município.

O banco será constituído por mobiliário, eletrodomésticos e equipamentos elétricos e de apoio para pessoas com mobilidade reduzida, como camas articuladas, cadeiras de rodas, cadeiras sanitárias, andarilhos, bengalas ou tripés.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG