O Jogo ao Vivo

Geminação

Braga e Santiago de Compostela selam acordo histórico

Braga e Santiago de Compostela selam acordo histórico

Braga e Santiago de Compostela celebraram durante esta segunda-feira, o Dia da Europa, um acordo histórico de geminação, que corresponde a um velho anseio a coroar séculos de história em comum, mas virado para o futuro, em domínios como a saúde, biotecnologia e nanotecnologia, além da economia, turismo e cultura.

Capitais das regiões vizinhas do Minho e da Galiza, Braga e Santiago de Compostela nem sempre tiveram as melhores relações, por rivalizarem como destinos de peregrinação, no entanto os tempos são outros e o acordo de geminação veio selar as sinergias já existentes, como salientou o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, referindo-se a "um momento histórico".

"Nestes últimos anos já temos intensificado a nossa cooperação, para o desenvolvimento da Euroregião em domínios como o ensino e investigação, a mobilidade ou o desenvolvimento económico, turístico e cultural, mas impunha-se formalizar esta ligação, o que esteve para suceder em 2019, mas não se concretizou por causa da covid-19", acrescentou Ricardo Rio, durante a cerimónia no Paço de Raxoi.

Potenciar Caminhos de Santiago

Por sua vez, o alcalde de Santiago de Compostela, Xosé Sanchéz Bugallo, salientou que a potenciação dos Caminhos de Santiago é um dos objetivos comuns já em curso, referindo-se à "cooperação turística como um dos eixos fundamentais desta geminação, trabalhando, promovendo e dinamizando especialmente o Caminho Português de Santiago, aquele que tem registado maior crescimento nos últimos tempos". No domingo, ambos os autarcas fizeram o último troço do percurso, desde o Monte do Gozo até à Plaza del Obradoiro, frente à Catedral de Santiago de Compostela, acompanhados por elementos das delegações, como os empresários de ambas as regiões, dos setores hoteleiros e da restauração, além de agentes culturais.

"Temos também um compromisso com as novas tecnologias, no caso de Braga mais focado nas tecnologias de informação e comunicação, no de Santiago já na biotecnologia, visando o desenvolvimento de um polo de inovação entre os dois concelhos, mais focado nas ciências da saúde, biotecnologia e nanotecnologia".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG