Premium

Braga tem nova porta solidária para a integração de imigrantes

Braga tem nova porta solidária para a integração de imigrantes

Projeto lançado pela Câmara de Braga tem financiamento europeu, atuando junto de cidadãos estrangeiros com dificuldade de adaptação ao país.

Aproximar a comunidade imigrante da sociedade bracarense é o objetivo do projeto de mediadores municipais e interculturais, em que participam também cidadãos estrangeiros. José Dias, técnico camarário, coordena a equipa em que estão Vasyl Bundzyak, sacerdote ortodoxo ucraniano, que apoia imigrantes do Leste europeu, Saidatina Dias, senegalesa que se dedica aos africanos, Rómulo Barreto, dedicado a cidadãos das Américas e Toni Maia, que ajuda no apoio à comunidade cigana.

O projeto nasceu de uma candidatura lançada pelo ex-vereador Firmino Marques ao POISE (Programa Operacional para a Inclusão Social e Emprego). "Queremos responder às necessidades destas comunidades, com atividades que potenciem o sentido de identidade e de pertença, permitindo a mediação com (e não apenas para) as comunidades", sublinha o coordenador.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG