Exclusivo

Católicos acusam Polícia Municipal de Braga de perseguição

Católicos acusam Polícia Municipal de Braga de perseguição

Durante a missa de domingo na Sé foram multados dez carros numa hora. "Sinto nojo", escreveu um dos cónegos.

Estão cada vez mais tensas as relações entre alguns responsáveis pela Igreja e a Câmara Municipal de Braga. Em causa está o estacionamento nas ruas à volta da Sé e a Câmara está a ser acusada de "perseguição" a quem vai à missa. No passado domingo, entre as 11.30 e as 12.30 horas, a Polícia Municipal terá multado cerca de uma dezena de automóveis, todos pertencentes a pessoas que estavam na missa.

"Estou revoltado. Sinto nojo. Tenho vergonha", escreveu o cónego José Paulo Abreu, deão da Sé, nas redes sociais onde, mais uma vez, se queixou das multas de estacionamento no valor de 30 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG