Saúde

Hospital de Braga abre inquérito a morte de jovem mandada para casa com covid

Hospital de Braga abre inquérito a morte de jovem mandada para casa com covid

O Hospital de Braga vai abrir um inquérito à morte de uma jovem de 18 anos, com covid-19, que foi mandada para casa por uma médica, aconselhada apenas a tomar Ben-u-ron.

Fonte ligada ao processo adiantou que a jovem, que sofria de várias patologias e tinha um elevado défice cognitivo, foi levada na passada sexta-feira pela mãe ao Hospital, onde foi vista por uma médica. Apesar de apresentar um quadro febril, foi aconselhada a voltar para casa e a regressar à unidade hospitalar se o estado de saúde piorasse.

Na última terça-feira, de madrugada, a adolescente piorou e teve uma paragem cardiorrespiratória. A mãe telefonou para o serviço Saúde 24 e disseram-lhe para chamar uma ambulância. Contactou, de imediato, os Bombeiros Voluntários da cidade, que não tinham meios para o transporte.

Face ao agravamento do estado de saúde da doente, ao final da manhã de quarta-feira, a família ligou ao INEM, que se deslocou à residência. Ainda assim, a jovem não resistiu, morrendo pouco tempo depois.

A mesma fonte revela que a família pondera processar a unidade hospitalar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG