Premium

Inauguraram loja no dia 13 de março e no dia 16 foram obrigados a fechar

Inauguraram loja no dia 13 de março e no dia 16 foram obrigados a fechar

Inauguraram loja de produtos tradicionais no dia 13 de março e no dia 16 foram obrigados a fechar portas.

Após vários anos a trabalhar no restaurante dos pais, André Silva, 36 anos, natural de Braga, decidiu, no final do último ano, que estava na altura de concretizar o sonho de ter um negócio próprio. A inspiração para a Palhusca, uma loja de produtos tradicionais, partiu das conversas com os turistas clientes do restaurante, que muitas vezes perguntavam onde encontrar artigos e gastronomia regionais. Convicto da aceitação do negócio no mercado, o bracarense só não estava à espera que a data planeada para a abertura, 13 de março, fosse coincidir com o início da pandemia no país.

"Trabalhávamos no restaurante com os meus pais, mas eu queria uma carreira a solo. E começámos a trabalhar no assunto e a procurar vinhos, compotas, azeite, mel e outros produtos do distrito de Braga", relembra André Silva, ao lado da mulher Marisa Matos, que se envolveu no projeto desde o primeiro minuto. A loja ficou pronta em março e, aí, começou "um turbilhão de emoções", confessa o dono. "Começámos a pensar que já nem poderíamos inaugurar a loja no dia 13, porque já se falava que os negócios podiam ter de fechar ou reduzir horários. Não sabíamos o que esperar. Mas acabámos por inaugurá-la no dia 13, nos dias 14 e 15 abrimos as portas para dar a conhecer ao público e, no dia 16, fechámos", recorda André Silva.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG