Fogo

Incêndio atinge ala do Hospital de Braga

Incêndio atinge ala do Hospital de Braga

Um incêndio destruiu parte da ala de Psiquiatria do Hospital de Braga, esta quarta-feira de manhã. Duas pessoas sofreram ferimentos e as chamas foram já dominadas.

Um paciente daquela ala terá tentado imolar-se pelo fogo e provocado o incêndio. Segundo o que o JN apurou junto de uma fonte hospitalar, o doente terá recorrido a um isqueiro para induzir o fogo. Teve ferimentos graves na cara e estará numa sala da urgência para ser testado à Covid-19. Caso acuse negativo, deverá ser encaminhado para o Hospital da Prelada, no Porto.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração do Hospital de Braga, João Oliveira, cerca de 20 utentes internados no serviço de psiquiatria deverão ser transferidos para outras unidades hospitalares. "Estamos a acautelar a transferência dos doentes para entidades privadas ou públicas. O Hospital de Braga tem capacidade de ficar com os doentes, mas sendo doentes psiquiátricos, convém acautelar as especificidades desses doentes. Estamos a fazer os contactos para entidades particulares, hospitais públicos e privados", adiantou aos jornalistas, ao início da tarde.

O diretor clínico, Jorge Marques, confirmou que o paciente que estava no quarto onde o fogo terá tido origem será transferido para "uma unidade de queimados do Porto".

"Todos os doentes internados foram avaliados, um apresentava sinais de intoxicação, foi uma coisa ligeira e está resolvido. O doente que se encontrava no quarto onde o fogo terá tido origem inspira cuidados, queimaduras graves, mas está estabilizado", descreveu.

O alerta para o incêndio foi dado às 10.11 horas e ao local foram chamados os Bombeiros Sapadores de Braga, Voluntários de Braga, Taipas, Amares e Póvoa de Lanhoso.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG