Protesto

Dezenas de professores à porta da Segurança Social em Braga

 foto Joaquim Gomes/JN

 foto Joaquim Gomes/JN

Ricardo Pereira, do "Grupo de Professores Lesados nos Descontos"|

 foto Joaquim Gomes/JN

André Pestana, do Sindicato de Todos os Professores (STOP)|

 foto Joaquim Gomes/JN

Dezenas de professores, do grupo "Lesados nos Descontos" e do Sindicato de Todos os Professores (STOP), estão concentrados desde o início desta tarde de quarta-feira, com uma autocaravana, à porta da Segurança Social, em Braga.

O objetivo da concentração é alertar para "a necessidade de correção do tempo declarado para a Segurança Social de todos os docentes, independentemente do número de horas que constam nos contratos".

Ricardo Pereira, um dos responsáveis do "Grupo de Professores lesados nos Descontos para a Segurança Social", que convocou este protesto, disse ao JN que "um professor com horário completo, mas distribuído por duas escolas, nunca tem 30 dias de descontos contabilizados, pois a fórmula encontrada é errada, como concluiu o Tribunal de Sintra".

André Pestana, do Sindicato de Todos os Professores (STOP), afirmou ao JN que "esta autocaravana, que vai percorrer todos os distritos de Portugal continental, simboliza o que muitos milhares professores sentem todos os anos na sua instabilidade e de precariedade".