Braga

Condutor que matou estudante estava alcoolizado

Condutor que matou estudante estava alcoolizado

O automobilista que na noite de quinta-feira abalroou mortalmente um jovem distribuidor de pizas e fugiu, tendo sido posteriormente detido pela PSP, estava a conduzir alcoolizado.

Segundo um comunicado da PSP, o indivíduo de 61 anos, empresário, acusou uma taxa de alcoolemia de 1,582 gramas por cada litro de sangue, claramente acima da taxa crime (1,2 g/l).

O condutor, residente em São Mamede de Este, Braga, foi ontem libertado pelo Tribunal de Braga, saindo na companhia da advogada com termo de identidade e residência, a mais leve e obrigatória medida de coação. O Ministério Público determinou a investigação criminal ao sexagenário suspeito de homicídio por negligência.

A vítima mortal, João Silva, de 23 anos, solteiro, estudante de Engenharia Eletrónica na Universidade do Minho, foi colhida frontalmente, quando seguia num motociclo, pelo condutor de um automóvel Mercedes que transitava em contramão na EN101, entre Braga a Vila Verde. A colisão provocou a morte do jovem que trabalhava na Telepizza do Braga Retail. João Silva sofreu traumatismo cranioencefálico e entrou em paragem cardiorrespiratória, falecendo no Hospital de São João, no Porto. O condutor do automóvel fugiu do local, perto das instalações da Volvo, e foi detido pouco depois quando, segundo fonte policial, "se preparava para esconder o carro" num parque de estacionamento, do qual é proprietário, no centro de Braga.

ver mais vídeos