Barcelos

Agricultores "sexy" em calendário solidário

Agricultores "sexy" em calendário solidário

"Ao serviço da terra" é o nome do primeiro calendário solidário criado por um conjunto de amigos, todos eles agricultores, naturais de Barcelos.

O calendário, cujo lançamento oficial está marcado para dia 13, no Instituto Politécnico do Cávado e do AVE (IPCA), em Barcelos, tem como objetivo chamar a atenção para um setor que tem um peso enorme num concelho que é, por exemplo, o maior produtor de leite de Portugal continental.

O Calendário Agrícola 2018 está ao serviço da terra, mas também da solidariedade. Os cinco euros que custa cada exemplar revertem na totalidade para a Recovery, uma instituição barcelense que trabalha na área da doença mental.

O projeto nasceu com Filipe Figueiredo, que aparece no calendário a representar o mês de dezembro. O responsável confessa que teve algumas dificuldades em convencer os colegas agricultores. Agora que o trabalho está prestes a ser colocado à venda e vendo o resultado final, Filipe diz-se satisfeito porque, de uma forma simples, solidária, mas também divertida, chama a atenção para duas questões fundamentais: a agricultura e doença mental.

As fotografias foram tiradas, há alguns meses, em explorações agrícolas reais, com o propósito de dar mais realismo aos cenários.

Para já, foram feitos mil exemplares do Calendário Solidário 2018.