Exclusivo

Três em cada quatro condutores de Braga em excesso de velocidade

Três em cada quatro condutores de Braga em excesso de velocidade

Estudo da Universidade do Minho observou condutores na variante do Fojo, em Braga, e sugere que radares passem a registar coimas.

Investigadores da Universidade do Minho sugerem que os indicadores de velocidade na berma das principais avenidas em Braga devem passar a registar as contraordenações e coimas, pois "75% dos condutores estão a ultrapassar os limites apresentados". A conclusão é de um estudo do Centro de Investigação em Estudos da Criança que, já em 2017, tinha registado 57% de incumprimentos.

O estudo/observação ocorreu em março e incidiu em 300 condutores de automóveis na variante do Fojo, avenida de acesso ao centro de Braga, para quem chega de concelhos como a Póvoa de Lanhoso. Os investigadores detetaram que, no sentido nascente-poente, o limite de 50 quilómetros por hora "foi desrespeitado por 93% dos automobilistas, dos quais quase metade cometeriam uma infração muito grave, porque circulavam a mais de 70 quilómetros por hora".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG