Braga

Viu carro e casa a arder com minutos de intervalo

Viu carro e casa a arder com minutos de intervalo

A Polícia Judiciária de Braga está investigar duas ocorrências, praticamente em simultâneo e ambas relacionadas com um feirante de Braga. Pouco passava das 21 horas quando uma Ford Transit explodiu em andamento e ficou em chamas.

O condutor, Fernando Amado Abreu, de 57 anos , conseguiu sair da carrinha, na Rua Nova do Couteiro, na freguesia de S. Lázaro, com várias queimaduras nas mãos e pernas. Rapidamente foi assistido por dois condutores que passavam no local. "A carrinha ainda andou uns metros e parou em frente a uma garagem. Ainda conseguimos tirar a roupa do homem", explicou ao JN Manuel Ferreira. Quando uma vizinha foi avisar a família , a casa, a cerca de 500 metros do primeiro incidente, "também estava a arder", não se encontrando nenhum residente nas imediações, referiu a testemunha.

Os Bombeiros Sapadores de Braga, que se encontravam a apagar o incêndio na carrinha, foram para a habitação, onde quarto, cozinha e uma pequena sala ficaram destruídas. A vítima foi transportada pelo INEM ao hospital de Braga.

Os vizinhos ouvidos pelo JN relataram ter ouvido uma discussão em casa de Fernando Abreu, e que por volta das 18 horas estranharam o portão aberto e os dois cães na rua. Os vizinhos dizem ainda ter visto a mulher da vítima a sair de casa, onde o casal e um filho viviam há cinco anos, com vários sacos.