Premium

"Zona 30" lança caos em urbanização de Braga

"Zona 30" lança caos em urbanização de Braga

São cerca de cinco mil moradores e 85 lojas que compõem a urbanização da Torre Europa, em Braga, que desde o final do ano passado está a ser transformada numa "zona 30", para privilegiar peões em detrimento dos carros. As obras ainda não estão terminadas, mas há meses que a população se une numa onda de críticas à execução da empreitada.

A falta de estacionamento e de lugares para cargas e descargas, a dificuldade de acesso às garagens, as ruas estreitas, as deficiências nos canais de esgotos e escoamento de águas e o policiamento excessivo são, apenas, alguns dos motivos da revolta que já chegou ao Executivo de Braga, através da própria Associação de Moradores e dos vereadores da Oposição que, ainda anteontem, em reunião de Câmara, criticaram o "desfasamento" entre o projeto e "as necessidades da população".

Pedro Esteves, funcionário de um café na Rua Padre António Vieira, já foi multado uma vez enquanto descarregava mercadoria. Beatriz Ferreira, dona da mercearia ao lado, conta três coimas pelo mesmo motivo. "Ainda não marcaram os lugares de cargas e descargas e somos multados por estacionar em segunda fila", explica a comerciante, sublinhando que o Município não deve retirar lugares de estacionamento a ligeiros, mas reduzir a área de passeios para esses lugares específicos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG