Esposende

Povo farto de obras e sem alternativa constrói ponte

Povo farto de obras e sem alternativa constrói ponte

A ponte do Folão, em Forjães, Esposende, entrou em obras há duas semanas, mas já causou transtornos suficientes para fazer perder a paciência aos moradores das duas margens.

Interdita à passagem de qualquer veículo ou peão, a solução passava por desvios de largos quilómetros. Atalhando, um grupo de moradores avançou com a construção de uma ponte alternativa, em madeira, para peões, que abreviou incómodos, mas não calou os protestos.

O povo de Fragoso e de Aldreu, Barcelos, mais o do lugar de Madorra, Forjães, Esposende, estão revoltados com o corte da estrada que os liga à nacional Barcelos-Viana. Na origem do corte estão obras que a Junta de Forjães iniciou e que têm duração prevista de dois meses.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa