Exclusivo

Rua estreita e em terra compromete serviços de emergência em Esposende

Rua estreita e em terra compromete serviços de emergência em Esposende

Uma rua estreita e em terra batida, na freguesia de Belinho, em Esposende, está a comprometer o serviço de emergência prestado à população. Uma parte da rua Padre Azevedo de Ribeirão, por trás do cemitério, foi requalificada há cerca de cinco anos, mas o restante troço, cerca de 100 metros, ficou em terra e com zonas em que não tem mais de dois metros de largura.

Na semana passada, uma moradora daquela rua sentiu-se mal e necessitou de ajuda médica. Ao local acorreu uma ambulância da Cruz Vermelha das Marinhas, mas teve de parar longe da moradia e depois foi obrigada a recuar.

"Os senhores vieram, estiveram a prestar assistência dentro da ambulância e depois tiveram de fazer marcha atrás porque não passavam aqui", lembra o vizinho Marco Torres, acrescentando: "Se houver um incêndio e que tenha de vir cá um carro de bombeiros, não passa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG