Exclusivo

Antecipada venda de têxtil para salvar quase 200 empregos

Antecipada venda de têxtil para salvar quase 200 empregos

Propostas para compra da António Almeida & Filhos vão ser conhecidas este mês para levar aos credores em setembro.

O concurso para a venda da histórica têxtil António Almeida & Filhos (AAF), de Moreira de Cónegos, vai ser aberto nos próximos dias, para que a melhor proposta seja escolhida ainda este mês. A solução, confirmada pelo administrador de insolvência, Bruno Costa Pereira, ao JN, permite poupar pelo menos dois meses em relação a um processo de liquidação normal, e com isso salvar os quase 200 postos de trabalho.

A insolvência da AAF foi declarada pelo tribunal a 13 de julho e, desde então, é Bruno Costa Pereira que comanda uma das fábricas mais reputadas do país, que chegou a figurar no top 10 das têxteis mais exportadoras de Portugal. Ao JN, o administrador de insolvência afirma que a empresa "tem estado a laborar e a conseguir dar cumprimento à generalidade das encomendas". O salário de julho está pago, pelo que o objetivo é "garantir-se o pagamento atempado dos subsídios de férias e ainda do salário de agosto", acrescenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG