Guimarães

Clubes em choque com morte de Diogo Gomes

Clubes em choque com morte de Diogo Gomes

Os responsáveis pelo Vitória de Guimarães e AD Oliveirense estão em choque com a morte de Diogo Gomes, médio de 20 anos que sucumbiu aos ferimentos provocados por um despiste esta tarde na circular urbana de Guimarães.

Diogo Gomes era natural do Porto e tinha contrato com o Vitória de Guimarães, mas estava emprestado à AD Oliveirense desde janeiro.

PUB

Contactados pelo JN, todos recordam Diogo Gomes como um profissional promissor e um homem alegre que era querido por todos, ao mesmo tempo que endereçam condolências à família e disponibilidade para ajudar no que for preciso.

Júlio Mendes, presidente do Vitória de Guimarães que era o clube detentor do passe de Diogo Gomes, fala de "uma situação muito difícil" e, com emoção, assegura que o Vitória "estará disponível para tudo o que a família precisar".

Também emocionado, o presidente da AD Oliveirense, Nélson Pereira, manifestou estar "em choque" com a notícia: "Ainda na passada quinta-feira tivemos o jantar de grupo e o Diogo, como sempre, cativava muitas atenções. Era alegre e muito sociável e toda a gente tinha muito carinho por ele".

Já Tonau, treinador da AD Oliveirense, lamenta o "dia muito triste" por que todos estão a passar: "O Diogo chegou em janeiro ao clube, mas marcou rapidamente a sua posição. Perdemos um jovem com muita qualidade, muito bem-disposto e que dava alegria ao balneário".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG