Exclusivo

Estado perdeu 40 mil euros de mecenas por atraso a fazer projeto

Estado perdeu 40 mil euros de mecenas por atraso a fazer projeto

O atraso na elaboração do projeto de arquitetura do arranjo da igreja de Santa Cristina de Serzedelo, no concelho de Guimarães, levou a Fundação Iberdrola a desistir de financiar a requalificação daquele templo religioso, que é monumento nacional.

A fundação, com sede em Espanha, ia pagar um terço da obra, oferecendo ao Estado português 40 mil euros dos 120 mil euros necessários para a requalificação. Agora desistiu e vai ser o próprio Estado a desembolsar esse dinheiro através da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN).

A informação foi avançada ontem pelo vereador do Urbanismo da Câmara de Guimarães, Fernando Seara de Sá (PS), que culpou a DRCN pelo atraso na elaboração do projeto: "A culpa foi das outras entidades que participaram e não fizeram o que deviam ter feito. Este processo demorou demasiado tempo e, para que ele terminasse agora, a Câmara teve de fazer o esforço suplementar de se substituir à DRCN".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG